"Uma perda brutal é a perda dos insetos polinizadores" - Podcast: Observatório da RUC

[Rádio Universidade de Coimbra] (03.06.2021)


A perda de biodiversidade, a política agrícola e os insetos polinizadores estiveram em destaque no espaço de comentário de Helena Freitas no Observatório.


O comentário do Observatório de quinta-feira, dia 3, ficou a cargo de Helena Freitas, professora catedrática da Universidade de Coimbra e diretora do Centro de Ecologia Funcional (CEF).


“Aquilo que conhecemos é muito insuficiente”

Helena Freitas destacou que “a taxa de extinção é de uma violência tal” que a ciência não vai ser capaz de dar conta em tempo útil da biodiversidade que o mundo tem. Também preocupante é a perda de diversidade genética, “essencial para nos ajudar a combater as doenças e as incertezas, como as alterações climáticas”, que a professora afirma ser “a base da evolução”.


“O caminho da harmonização com a Natureza é inevitável”

Para a comentadora, é “absurdo” que o progresso continue a aparecer isolado da natureza, para além de ser “a estratégia menos inteligente”. A diretora do CEF apontou ainda a insustentabilidade da nossa política agrícola, “temos de respeitar a sazonalidade, os solos, a água, aproximar a produção do consumo e procurar soluções que respeitam a Natureza”


“Uma perda brutal é a perda dos insetos polinizadores”

A professora falou da importância dos insetos polinizadores no nosso ecossistema e no perigo que constitui o seu desaparecimento. Quando questionada sobre os projetos que o CEF estava a desenvolver nesta matéria, revelou também que “vai ser lançada uma rede nacional de polinizadores e serviços de polinização“, com o objetivo de “fazer um ponto de situação, mas também a monitorização do estado geral desses insetos polinizadores em Portugal para tentar responder no sentido de evitar essas perdas”.


Para ouvir a entrevista na íntegra pode consultar o link acima ou aceder no Spotify.


https://www.ruc.pt/noticia/2021/06/03/helena-freitas-vamos-ter-que-mudar-radicalmente-a-nossa-forma-de-viver



15 views0 comments